Um poema para minha mãe


“Um anjo que caiu lá do céu ou algum presente de Papai Noel?
Personagem perfeita para um cordel
Tão simples e tão artista,
tão amável e altruísta

Santa, imaculada,
vive dizendo que ama a minha risada
Me embala com alma valente
desde o primeiro momento que surgi em seu ventre
Vela meu silêncio até que no sono eu caia profundamente,
mas é só ela sair que sua ausência meu corpo sente

Então ela volta
e me faz um carinho
me sinto tão pequenino!

Mãe é calor, é paz, é amor sem fim
Que qualquer temor torna-se pequeno quando estende sua mão para mim
Seus carinhos e sorrisos um verdadeiro farol a me guiar
E mesmo que não esteja mais aqui em terra firme será a estrela mais reluzente a brilhar

Mãe é sempre mãe
Em sua resplandecência, uma calmaria
Nas suas atitudes e conselhos, a melhor parte do nosso dia

Não existe nada mais rejuvenescedor que o amor de uma mãe
Para ela, crianças sempre seremos
até mesmo depois que crescemos
Bolo de banana no café e de brinde, um cafuné
Mas afinal, o que tem essa mulher?
Ela é mágica, angelical
Forte e vital

Ah, se as mães não morressem nunca.

Por algumas vezes penso e me lamento no mesmo segundo:
“Uma pena que Carlos Drummond de Andrade não tornou-se rei do mundo”

Beatriz Aguiar

(Na poesia ‘Para Sempre’ , Carlos Drummond de Andrade cita que se fosse o rei do mundo, colocaria uma lei: a de que mães não morrem nunca).

Poesia dedicada para a inigualável Abgail Costa Aguiar (1953 – 2010)

Que saudades, minha mãe.

Beatriz Aguiar
Sobre mim

Criadora do Since85, dona do humor mais oscilante da internet e estudante de Moda. Uma apaixonada por rock, café, livros, tatuagens e máquina de costura.

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Pode vir 2018 :)
January 03, 2018
setembro amarelo
Não tenha empatia e amor só em setembro
September 13, 2017
Coisas que mais amo em você
8 coisas que mais amo em você ♥
June 21, 2017
Em cada novo ano um aprendizado
June 16, 2017
126 mil vezes obrigada!
June 06, 2017
Não se culpe por dar-se um tempo
May 04, 2017
As várias versões de mim
As várias versões de mim
March 17, 2017
Nada dura para sempre
March 13, 2017
Aniversário do blogSince85
731 dias de Since85. ♥
February 10, 2017

Comentários via Facebook

18 Comentários

Angélica
Responder 16/05/2017

Que coisa mais linda. Quisera eu poder expressar tamanho amor em palavras. Infelizmente não tenho esse dom, e parabenizo vc maninha que soube tão bem explicar através de um poema tudo o que a nossa rainha representou pra nós!! ♥♥

    Beatriz Aguiar
    Responder 16/05/2017

    A mãe será sempre a mulher mais incrível e cheia de amor que conheci. E será sempre minha inspiração pra escrever sobre o amor. ♥

    Beijo mana.

Bárbara Rigathi
Responder 16/05/2017

é tão lindo ver um amor tão puro assim
nada como amor de mãe mesmo.
lindo Bea.

Maressa Antunes
Responder 16/05/2017

Simplesmente lindo!! Que poetisa!! <333333333

    Beatriz Aguiar
    Responder 16/05/2017

    Poxa. Obrigada! É a minha musa inspiradora que fez isso comigo e com o meu coração. ♥

Priscila Gonçalves
Responder 17/05/2017

Quanta delicadeza nesse poema <3 Sua mãe, lá onde está agora, está muito feliz e grata pela filha que vc é, por ainda sentir esse amor por ela e seguir seu caminho como uma pessoa de bem. E eu concordo com o Drummond, por isso temos que aproveitar o tempo que temos com ela!
Beijo grande minha amiga!

    Beatriz Aguiar
    Responder 22/05/2017

    Ah, gratidão Pri! ♥
    Teu comentário aqueceu meu coração. Obrigada pelo carinho :)

    Mega beijo pra ti!

Simone Benvindo
Responder 17/05/2017

Que lindo, estou emocionada <3 Mão é mãe, o ser mais amável e maravilhoso que Deus criou.

Lari Reis
Responder 17/05/2017

Amor de mãe é tão poderoso que transborda da gente em qualquer circunstância, né? Tenho certeza, Bia, que você sempre vai carregar o melhor dela consigo.
<3

Thaís Gualberto
Responder 21/05/2017

Lindo poema, Bia! <3

joydaviz
Responder 24/05/2017

Bea, seu poema ficou lindo. Eu amo poemas, mas não consigo escrever um :(
Fico boba com a sua semelhança com a sua mãe, parece até aquelas novelas que uma mesma atriz faz a personagem da mãe jovem e depois faz o papel da filha. hahaha
Vocês são lindas! ♥

    Beatriz Aguiar
    Responder 30/05/2017

    Ah, muito amor pelo teu comentário, Joy. ♥
    Eu amo parecer com ela. Amo!

    Um beijo enorme :*

Jamile
Responder 11/06/2017

Que lindo, Bea. De fato, o mundo seria outro se as mães nunca se fossem. A minha está comigo ainda, mas é inevitável sentir falta dela durante o dia, chegar em casa e deitar na cama dela até ela finalmente voltar do trabalho.

    Beatriz Aguiar
    Responder 16/06/2017

    Que lindo ser tão grudadinha assim. Eu também era com a minha, agora imagine a falta que ela faz nesses mais de 7 anos. Aproveite bem a sua. ♥

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

comenta aí, vai!