RESENHA: O Lado Bom da Vida ~ Matthew Quick


Oi, pessoal. Lembram do vídeo Recebidos de Julho no canal do blog? (aproveita e se inscreve lá!)

youtube.com/CanalSince85

Então, li o primeiro livro do Book Haul e fiquei simplesmente encantada. De início fui um pouco relapsa com a leitura, mas quinta-feira li as últimas 100 páginas do livro de tanta curiosidade em saber logo o final. E segue a minha resenha — como sempre — sem spoilers!

Título original: Silver Linings Playbook
Gênero: 
Romance, Drama
Autor:
Matthew Quick
Editora: 
Intrínseca
Páginas: 
254
Ano:
2013
Onde encontrar: Saraiva | Submarino | Americanas | Livraria Cultura

o-lado-bom-da-vida-matthew-quick-blogsince85

Resenha

O livro conta a história do perseverante Pat Peoples, um ex-professor de 30 anos internado em uma clínica psiquiátrica. Lá, ele passa algum tempo sem saber o motivo que o levou para esse “lugar ruim”. Carrega apenas um objetivo em mente: reconquistar sua esposa Nikki. A única lembrança que ele tem sobre Nikki é que ela quis “um tempo separados”. São coisas que você vai ver Pat repetir diversas vezes durante o livro: sobre o tempo separados e o lugar ruim. Ah, e Kenny G também. HAHAHAHAH

Quando Pat finalmente sai da clínica com a ajuda da mãe, Jeanie, recebe também todo o apoio e proteção dela. E ela vai fazer de tudo pela recuperação do filho, incluindo abafar informações sobre o tempo exato que ele passou na clínica, as fotos de seu casamento com Nikki e qualquer outra coisa que pode afetar o psicológico abalado do filho. Já Patrick, o pai de Pat, é linha dura e não cede às conversas que o filho insiste em ter. É um homem fechado e de poucas palavras, sendo os únicos momentos ‘pai e filho’ (e raramente) durante os jogos dos Eagles, o time de coração dos homens da casa Peoples.

Aos poucos, Pat vai descobrindo informações e ao mesmo tempo em que ele tenta digerir e preencher o quebra cabeças de sua vida, ele se dedica totalmente aos exercícios físicos e leituras de clássicos americanos. Tudo para quando acabar o “tempo separado” ele ser um marido melhor para Nikki. No meio do caminho vai encontrar um terapeuta-amigo, o Dr. Patel, que vai ajudá-lo muito em sua busca pela boa saúde mental outra vez, reencontrará pessoas importantes como Jake, seu irmão mais novo e Ronnie, seu melhor amigo desde os tempos da faculdade. É interessante o processo de incluí-lo outra vez na vida social que tinha.

E em meio a tudo, vai reencontrar Tiffany Maxwell: irmã da esposa de Ronnie e agora viúva. Pat realmente perdeu muitas coisas desde que entrou no “lugar ruim”. Entre eles passa a rolar uma amizade de poucas palavras, algumas discussões e várias crises diante dos problemas que ambos enfrentam. E Tiffany decide acompanhá-lo em suas corridas matinais e Jeanie o incentiva a levá-la para sair. Apesar do nítido desequilíbrio de Tiffany, Pat se sente próximo porque ela é a pessoa que pode entender de verdade o que ele tem passado com a perda de seu grande amor (por conta do “tempo separados”) e a debilitação da sua saúde mental, já que Tiff ainda vive seu luto.

Ao longo da história, Tiffany poderá se tornar uma peça importante na reconciliação de Pat com Nikki, mas apenas se ele lhe der algo em troca. Será que todo esse mistério por trás do que aconteceu com Pat, a separação de Nikki, as crises ao ouvir ‘Songbird’ ou apenas o nome Kenny G será esclarecido? Pat poderá realmente confiar em Tiffany?

Considerações Finais

Um livro surpreendente. Várias vezes me vi ‘enganada’ pelo enredo acreditando saber o final ou o que aconteceria no próximo capítulo (sou dessas!), mas Quick conseguiu me embasbacar durante esse romance/drama. Fora que o livro aborda um tema que me acerta em cheio no coração: família e esperança; perseverar incessantemente diante das situações difíceis. A esperança move Pat de um jeito comovente, o amor e a dedicação em recuperar a sua antiga vida e seu grande amor, comove quem acompanha toda a história.

Quando via essa capa com os atores, admito que não me atraía a leitura. Mas “O Lado Bom da Vida” foi uma grata surpresa pra mim, é aquele livro que quando termina deixa um pequeno vazio. Se tem algo que Pat nos ensina nessa história é que devemos ser os protagonistas do filme de nossas vidas, perseguir incansavelmente a felicidade para termos nosso final feliz e que até mesmo as situações ruins podem nos ensinar algo de positivo. Pat é puro otimismo — quer lição melhor do que essa?

A única coisa que senti falta foi um desfecho da relação de Pat com o pai, gostaria de saber o que rolaria entre os dois, já que o pai de Pat aos poucos foi cedendo na relação e dando mais chance para o filho.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Nem preciso dizer que fiquei morrendo de vontade de assistir o filme, né? Foi nele que a Jennifer Lawrence ganhou o Oscar de melhor atriz em 2013. Porém receio me frustrar como na maioria das vezes quando leio o livro antes do filme. Quem aí já leu a história, viu o filme ou tem vontade de ler/assistir? Conte nos comentários :))

ATUALIZAÇÃO: tem post novo com vídeo falando sobre o livro x filme.

Abraçasso.

Beatriz Aguiar
Sobre mim

Criadora e criatura do Since85. Tem o humor mais oscilante da internet, viciada em café, livros, rock e metal progressivo.

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

últimas leituras
Últimas leituras ♥
March 06, 2017
Bukowski
Bukowski e a sua poesia
February 23, 2017
Lembra de Mim Sophie Kinsella
RESENHA: Lembra de Mim? ~ Sophie Kinsella
February 20, 2017
O Lado Bom da Vida no YouTube
O Lado Bom da Vida: Livro x Filme ~ Canal Since85
September 27, 2016
Arco de Virar Réu - Antônio Cestaro - capa
RESENHA: Arco de Virar Réu ~ Antônio Cestaro
July 21, 2016
Anos de Tormenta
RESENHA: Anos de Tormenta ~ A. J. Cronin
July 14, 2016
Como eu era antes de voce - capa - blogsince85
RESENHA: Como Eu Era Antes de Você ~ JoJo Moyes
June 28, 2016
Livro A Mulher Incrível
RESENHA: A Mulher Incrível ~ Alexandre Petillo
May 26, 2016
Assassinato no Expresso do Oriente
Resenha: Assassinato no Expresso do Oriente ~ Agatha Christie
May 12, 2016

Comentários via Facebook

54 Comentários

Poly
Responder 08/09/2016

Desde antes de sair o filme eu estava com vontade de ler. Aí saiu o filme e eu não quis assistir para ler primeiro. Acabou que eu não li e nem assisti e agora estou morrendo de vontade de conhecer melhor a história :(
Acho que valerá a pena assistir ao filme sim. Só não crie expectativas (sempre são frustradas). Gosto de assistir a filmes de livros e ficar analisando. Na maioria das vezes prefiro os livros, algumas vezes acho que ambos estão em pé de igualdade e muito raramente odeio o livro e amo o filme.
rs
Bjuxxxxxx

    Beatriz Aguiar
    Responder 12/09/2016

    Oi, Poly. Vou te dar um conselho: leia o livro antes! Afinal, é livro e livro sempre é +♥ HAHAHAH
    Assisti ao filme e me decepcionei um pouco pois é apenas baseado na novela do Quick e não segue à risca toda a história. Aí como achei tão incrível, me decepcionei um pouquinho.
    E nesse lance de livro x filme combinamos totalmente, raramente acho o filme melhor que o livro!

    Um beijo.

Priscila Gonçalves (@cariocainterior)
Responder 08/09/2016

Nossa, tinha ficado curiosa quando vc falou desse livro e que bom q gostou :) adoro esse negócio de sentir enganada achando que sabe o final e depois ve que não é nada daquilo, as surpresas da história são a melhor parte!
Beijos flooor

    Beatriz Aguiar
    Responder 12/09/2016

    Nossa, eu amei esse livro! Te indico totalmente, Pri, pois sei que és romântica como eu! :))
    Pode adquirir sem medo, viu? HAHAHAHAH <3 Um beijo enorme!

Thaís Gualberto
Responder 08/09/2016

GENTE, QUE FELIZ QUE VOCÊ GOSTOU!!!! <3 <3 <3
Adoro quando pessoas queridas gostam de livros que eu gostei de ler!! hehe Pat é um encanto e, admito, me acabei de rir com as menções a Kenny G ao longo do romance. O trecho que menciona Total Eclipse of the Heart é um dos meus favoritos, bem como as tretas dos jogos de futebol. Aliás, convenhamos, o pai de Pat também é um tanto peculiar em suas rotinas futebolísticas. Li o livro em 2013, mas, como sou extremamente relapsa quanto a filmes, eu até hoje não assisti o filme hahaha Vontade eu tenho hehe

E adorei ver "Lembra de Mim" ali ao lado! Não é meu favorito da Sophie, mas como todos os livros dela que já li, é excelente!!

Beijos!

    Beatriz Aguiar
    Responder 08/09/2016

    O QUE MAIS ME EMPOLGOU EM LER PRIMEIRO ESSE LIVRO, FOI VOCÊ TER FALADO TÃO BEM! <3 <3 <3 E que linda, tô com um sorriso bobo aqui ao ler "pessoas queridas" ♥ HAHAHAHAH Te agradeço a recomendação como primeira leitura dos livros que comprei, porque a história me encantou, o Pat do livro é incrível, incentivador, persistente. Pessoas/personagens assim me encantam. Kenny G, coitado, ri muito por causa dele! Ai, o trecho de Total Eclipse of the Heart é incrível mesmo, lindo e sensível. Mas a vida não é somente alegrias e o filme não tem essa música, nem a mesma sensibilidade do livro. O Pat algumas vezes soa até irritante :(((( a relação dele com o pai é bastante diferente do livro também e não focam tanto no drama familiar, nem nos jogos dos Eagles que pra mim foram as melhores partes, que tem mais graça e o cara dá umas risadas. Enfim, o filme é um romance BEM previsível e diferente do que rola no livro, até a personalidade dos personagens foi um pouco mudada e distorce a história. Mas vale pra fazer uma comparação! Eu gostaria muito de saber a tua opinião :)) Tinha lido a sinopse no Wiki e me indignei com o enredo, assisti semana passada pra focar nos pontos diferentes livro x filme pra poder gravar um vídeo reclamando disso HAHAHAHAH aí no final aparece "filme baseado na novela de Matthew Quick" ou seja, não era pra ser igual mesmo. :((( HUAHAUH mas é que a história do livro é tão perfeita! Mas mesmo assim vou gravar, só pra falar o que achei do filme HAHAHAHAH! Beijos, Thaís!

Vera
Responder 08/09/2016

Bea
Como eu sou OBCECADA por esse filme, logo te aconselho: não assista!
Ele é totalmente diferente do livro (eu não li, mas quem leu me avisou) e sei que a diferença é grande inclusive em conceitos básicos (como a relação do Pat com o pai dele, que no filme é MUITO amena, mesmo tumultuada).

Amei o post, como sempre!

    Beatriz Aguiar
    Responder 08/09/2016

    Sim, Verinha. Pena que o teu aviso chegou tarde! :((
    Quando escrevi a resenha ainda não tinha visto, assisti o filme semana passada. Tinha lido a sinopse do filme no Wiki e vi que era BEEEEM diferente, aí fiquei tão indignada que vi pra ir anotando os pontos diferentes pra falar em vídeo depois HAHAHAHAHHAAHH ¬¬
    Fiquei chateada, mas no final ainda aparece "baseado na novela de Matthew Quick".. pelo menos admitiram que só foi BASEADO na história, mas mesmo assim, achei bem mal HAHAHAHAH #revoltada
    Mil vezes o livro, a relação de Pat com o pai fora totalmente distorcida no livro, fora os outros absurdos que vou falar no vídeo HAHAHAHAH

    Mega beijo, musa!

Malu Barroso
Responder 08/09/2016

Bea, esse livro é maravilhoso! Quanto ao filme, ele é um pouco diferente, então tenho receio que você se decepcione. Mas todo leitor se decepciona com o filme, não é mesmo? rsrsrs
Beijos!

    Beatriz Aguiar
    Responder 08/09/2016

    Oi, Maluzinha! :DD
    Então.. já assisti semana passada, quando escrevi ainda não tinha assistido. Fiquei simplesmente revoltada e não sabendo lidar. Tanto que fui anotando tudo que tinha de diferente pra falar em vídeo essa minha indignação HAHAHAHAHAH #chateada
    No final do filme aparece "baseado na novela de Matthew Quick", então porque não avisam antes? ¬¬
    É fato, nós leitores sempre nos decepcionamos! :(((

    Um beijo!

Isabella Cas
Responder 08/09/2016

hahahaha eu gostei do filme! xD
Sei lá, eu não sou mto critica, talvez seja por isso.
Tipo o livro foi do jeito que tinha que ser, e o filme do jeito que tinha que ser rsrsrs
Pelo menos foi isso que pensei quando vi rs lóóógico que o livro inspira muito mais!

    Beatriz Aguiar
    Responder 08/09/2016

    Eu não gostei do filme porque distorceu MUITO a história :(((
    Assisti semana passada, achei meio sem sentido o Pat saber o que o fez parar na clínica logo de início e mesmo assim querer voltar com a esposa à todo custo, sabe? Ficou meio forçado demais, só pra no final ele dizer aquilo pra Tiffany. Ficou bobinha a história! Não gostei de não terem focado tanto nos dramas familiares do Pat, tornaram o pai dele um fanfarrão e o irmão dele mal apareceu. Enfim, não posso me expressar mais pra não deixar spoilers aqui HAHAHAHAHAH >,< Só sei que não curti, vou gravar um vídeo sobre isso e talvez tu me entenda um pouquinho ♥ hihi :*

Silvia Souza
Responder 08/09/2016

Adoro suas resenhas, Bia!
Fiquei até com vontade de ler o livro de novo... devi ter deixado passar alguma coisa...
Beijo grande!

    Beatriz Aguiar
    Responder 12/09/2016

    E eu fico tão feliz sempre que leio teus comentários, Silvia!
    Nossa.. esse livro é lindo, fiquei apaixonada pela história do Pat. E leia sim, quem sabe você poderá ler com outros olhos e história surpreender mais uma vez!

    Um beijo grande!

Waleska Mendes
Responder 08/09/2016

Adoro seu blog, suas iniciativas e o seu jeito arrojado. Por isso, escolhi te indicar na tag Prêmio Dardos, se não for incômodo pra ti: https://favodefel.wordpress.com/2016/09/08/premio-dardos/ Bjão!

    Beatriz Aguiar
    Responder 12/09/2016

    Poxa, Waleska! Que honra, muito obrigada de verdade.
    Mas eu participei do Prêmio Dardos há alguns meses atrás, mas vou dar uma conferida no seu post.
    Obrigada mais uma vez! :)

    Um beijo!

mariel
Responder 08/09/2016

Vi o filme e confesso que não gostei. Já da resenha, foi o contrário.

    Beatriz Aguiar
    Responder 12/09/2016

    O filme achei tão fraco! Já o livro, incrível. Recomendo a leitura!
    Tem um drama daqueles que te prendem do início ao fim :)

    Um abraço, Mariel. Bom te ver por aqui!

Clara Rocha
Responder 09/09/2016

Eu adoro demais o filme! A Jen é muito fofa e eu gosto muito da personagem que ela interpreta. É bom saber que o livro tem essa mesma energia do filme. Com partes leves e engraçadas, porém com um pouco de drama que a gente gosta em um livro. *-* Eu também não me animava muito para ler pela capa não. Mas é como dizem, não julgue o livro pela capa.

    Beatriz Aguiar
    Responder 21/02/2017

    Como tô vendo esse teu comentário só agora? HAHAHAHAH
    Então, Clarinha. Esse é um dos livros que colocarei à disposição do sorteio que fiz ontem!
    Primeiro: amei esse livro, segundo: ficarei feliz se outra pessoa ler <3 Beijóca!

onlysecretdreams
Responder 09/09/2016

Que resenha mais gostosa de ler Bia, amei!! Já li o livro faz um tempinho e adorei... agora o filme, ele é bem diferente mesmo, o que é uma pena :(( a história é tão linda e nos ensina muito sobre otimismo mesmo!!
Outro que to curiosa para saber o que você achou é "Extraordinário", lembro do vídeo no book haul e quero ler a resenha hehe.
Um beijão <3

    Beatriz Aguiar
    Responder 20/09/2016

    Extraordinário ainda não li, está na lista mas preciso terminar "Lembra de Mim?" da musa Sophie! HAHAHAHAH e "O Lado Bom da Vida" é uma história linda mesmo, fiquei bem triste ao ver o filme HUAUHAUHAUHAHU
    Vai sair vídeo essa semana falando do livro x filme! :))

    Um beijão, Ná!

Simone
Responder 13/09/2016

Gostei muito da resenha, a capa também não me chamou a atenção. Gostei da proposta do livro e de histórias que surpreendem, vou dar uma chance para esta leitura.
Beijos

Gustavo Vieira
Responder 13/09/2016

Eu estou apaixonado pelo seu blog, muito amor em um lugar só. Eu já vi o filme e amei, sou completamente apaixonado nessa história. Preciso ler o livro o quanto antes pois parece ser mais amorzinho ainda. <3

    Beatriz Aguiar
    Responder 20/09/2016

    Poxa, Gustavo. Saiba que isso me deixa muito feliz! :)) Seja super bem vindo por aqui!
    Leia o livro que você vai morrer de amores. HAHAHAHAH <3

    Um abraço!

Stéfhanie
Responder 14/09/2016

Beaa, este livro <3 <3 Acho que foi simplesmente um dos melhores que já li!

Assim como você, muitas vezes me senti “enganada” achando que o enredo iria para um caminho e no fim foi para outro totalmente diferente ao que eu estava esperando. Achei isso um máximo!

Suas resenhas são sempre as melhores né?

Um beijo

    Beatriz Aguiar
    Responder 20/09/2016

    Ah, que linda Sté! Obrigada! <3
    Realmente, esse livro também é um dos melhores que já li, principalmente por pregar umas peças em quem está lendo, acho isso de uma genialidade ímpar do autor!

    Um beijo enorme!

Grazy Bernardino
Responder 14/09/2016

Sabe Bea, não achei o filme tudo aquilo para merecer qualquer premiação, mas né.... quem sou eu? Hahahahaha.
Um beijooo grande

    Beatriz Aguiar
    Responder 20/09/2016

    HAHAHAHAHAH, o pior é que gravei um vídeo que vai ao ar nessa semana falando sobre isso: livro x filme. E eu também não curti o filme. Mas quem somos NOZES, né? HAHAHAHH

    Um beijo enorme, Grazy!

Líley Carla
Responder 15/09/2016

Ai, Bia, agora fiquei com mais vontade ainda de ler o livro! Acho que ele vai furar fila! hahaha

    Beatriz Aguiar
    Responder 20/09/2016

    HAHAHAHAHAH leia logo, Lí.. você com toda essa sensibilidade aí, vai amar esse livro! ♥

      Líley Carla
      Responder 21/09/2016

      E se eu falar que comecei ontem? hahaha
      Quando terminar te digo o que achei :)

        Beatriz Aguiar
        Responder 22/09/2016

        AHHHHHHHHHHHHHHHH! O que dizer, né? ♥
        Ficarei curiosa para saber a tua opinião quando terminar a leitura. hihi :DD

Lisandra Drower
Responder 16/09/2016

Eu vi o final do filme, apareceu na TV e eu deixei. Fiquei com vontade de ler, parece bom!

Lari Reis
Responder 19/09/2016

Tô há um tempão torcendo o nariz pra esse livro por causa da capa com os atores. Um pouco, também, por já ter visto tanta gente falar dele. Essa, porém, foi a segunda vez que prestei atenção (a primeira foi quando você soltou o vídeo). Ainda que eu não saiba se O Lado Bom da Vida entrará pra minha lista de leitura, fiquei mais interessada agora e a marra realmente passou. hehe :)

    Beatriz Aguiar
    Responder 20/09/2016

    Nossa, Lari. Quando tiver a oportunidade de ler esse livro, apenas leia. ♥
    Ele é de uma sensibilidade única, meio que um tapinha na cara da gente e do tipo do livro que vai entrar na tua lista de favoritos, pelo pouco que já te conheço :)

    Um beijo enorme. E se dê a chance de ler esse livro!

Paranóia de uma Ruiva e Meia
Responder 29/09/2016

Ooi bia *-*
te marcamos em uma tag, da uma olhadinha, se já tiver feito nos mande o link
Beijos...
https://paranoiadeumaruivaemeia.wordpress.com/2016/09/28/tag-15-fatos-sobre-mim-nos/

    Beatriz Aguiar
    Responder 07/11/2016

    Oi, meninas! Estou uma negação com TAGs, peço desculpa por ter visto só agora. É que ando me ausentando um pouco do blog por conta de outros projetos. Quando for possível, responderei. Beijos!

maritrindade
Responder 29/09/2016

Primeiro de tudo, parabéns pela resenha! Como não li o livro ainda, fiquei muito ansiosa para saber o que aconteceu para geral a separação do casal, e porque a mãe do protagonista esconde as fotos dele... Me conta!!! haha
Sobre o filme, vi que você não gostou, e percebi que é frequente a decepção livro versus filme. É difícil, pois parece que os atores não conseguem captar o personagem, e transformam totalmente o sentido que o livro queria passar! Já quando vemos somente o filme, nos contentamos! kkkkk
Vou procurar para ler, é muito cansativa a leitura?
Xero grande!!!!!

    Beatriz Aguiar
    Responder 07/11/2016

    Nossa, é grande as minhas decepções livros x filmes. Esse último sábado, assisti o filme "A Culpa é das Estrelas" e gostei muito, mas talvez porque não tenha lido o livro. HAHAHAHAHH =x
    E Mari, leia O Lado Bom da Vida, você vai amar! Tenho certeza disso!

    Um xero enorme! (sim, vi só agora o comentário.. viajona eu)

    Beatriz Aguiar
    Responder 07/11/2016

    Ah e a leitura tem fluidez, bem leve, fácil de absorver.. não cansa de jeito nenhum! ^^

Anne
Responder 06/11/2016

Ainda não li o livro, mas vi o filme e achei bem fofo!
Beijo

Swonkie
Responder 23/11/2016

Enviamos um convite para o teu email :)

Carolina Freitas
Responder 21/02/2017

Esse livro é sensacional, uma pena que tu não gostou tantoo! Adorei essa tua resenha. Perfeita!

Bárbara Rigathi
Responder 21/02/2017

Nunca lí :((( mas está na lista :)))

Maressa Antunes
Responder 21/02/2017

Amo o filme, mas agora quero ler o livro! Nem imaginava que seria tão diferente =OOOO me fez ficar curiosa!

    Beatriz Aguiar
    Responder 22/02/2017

    Tem bastante diferença, sim. A base da história é a mesma, mas muda muitas coisas no decorrer dela!
    Beijo! =*

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

comenta aí, vai!