Num outro dia


BEDA#4

“Vem cá. Senta aqui do meu lado e me conta sobre a tua vida, um segredo bobo, teus sonhos ou alguns dos teus pesadelos, teus medos. Quero oferecer-te um ombro acompanhado de carinhos. É pedir muito se posso ficar aqui só te olhando? Prometo nada falar. Ficarei apenas aqui, extasiado por estes olhos amendoados tentando adivinhar como foram desenhados. Uma dúzia de pinceladas certeiras feito por algum artista nato. Cada traço do teu rosto cabalístico é matador, um punhal fincado em meu coração.

Vem cá. Posso te guardar num potinho só pra mim? Juro que não vou abri-lo para mais ninguém. Deita aqui, esquece das horas comigo e de como funciona o tique-taque desse teu relógio. Tira logo ele do pulso, vai. Nosso tempo é precioso demais e o ruído dele me faz lembrar de que a vida não para, nem em momentos como esse. Tão meu, tão nosso.

tique-taque, tique-taque — ele nos avisa. — Posso sentir o perfume do teu cabelo?
Depois acariciarei-os pra você pegar no sono. E prometo que nada vou dizer.

Vem cá, vem ser feliz comigo de uma vez por todas.  A estrada é longa e o nosso caminho vai ser incrível juntos, eu juro. Pega logo a tua mochila, larga esse relógio e vamos ver o sol se pôr — ou nascer, a verdade é que tanto faz. Só dá um tempo nessa vida corrida e vem fazer nada junto de mim. Não me deixa aqui sozinho parolando com a solidão sobre quão incrível teria sido essa nossa aventura.

Vem cá. Joga tudo pro alto. Te prometo que num outro dia a gente lembra do restante do mundo.”

BEDA 2016

BLOGS PARCEIROS DE BEDA:

Brilha la Luna – Leuxclair  – Descoisando – Conversa íntima – Liley Carla
Pequenos Retalhos – Isabella Cas – Mulher pequena – Iletrando
Viagens de apartamento – Divergências vitais – Carioca do interior
Nada sensata – Feito Bailarina – Em Outubro – Fleur de Lune

Beatriz Aguiar
Sobre mim

Criadora e criatura do Since85. Tem o humor mais oscilante da internet, viciada em café, livros, rock e metal progressivo.

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Um poema para minha mãe
Um poema para minha mãe
May 15, 2017
Nada dura para Sempre - Since85
Nada dura para sempre
March 13, 2017
crônica de um inverno quente
Crônica de um inverno quente
May 24, 2016
Foto Pedras e mar
Poema: “Se eu quiser”
March 11, 2016
Um conto de natal em Nova York
Conto: Pequeno grande Frankie
December 11, 2015
Rotina
Rotina
October 09, 2015
bia_blogsince85
"Eu sou assim"
October 07, 2015
Muro pichado
Silêncio necessário
May 26, 2015
marido e eu, Bento Gonçalves.
Diário de uma não poetisa: Meu lugar
April 27, 2015

Comentários via Facebook

30 Comentários

Simone
Responder 04/08/2016

Que lindo texto, li pensando no meu amor <3

anacamina
Responder 04/08/2016

Bia, que texto delicinha de ler!
Apaixonante, poético, lindo! <3

    Beatriz Aguiar
    Responder 04/08/2016

    Ah, que bom que gostou, Ana. ♥
    Eu amo escrever sobre amor, esperança e coisas boas. Faz bem pra alma!

Erika Ruggio
Responder 04/08/2016

Eu adooooooro ler esses textos que você escreve. Da uma sensação tão boa, e me leva pra outro lugar! <3

giicl
Responder 05/08/2016

Que texto gracinha e gostoso de se ler. Adorei! Beijinhos

VIVIMETALIUN
Responder 05/08/2016

Beaaa e mais uma vez seus textos são tops e suave de apreciar. :D

Líley Carla
Responder 05/08/2016

Umas das coisas mais legais que descobri na blogosfera é o tanto de gente que escreve tão bem, escritores desconhecidos, com tanto talento que é um desperdício o mundo não conhecer. Você é uma dessas pessoas. <3

    Beatriz Aguiar
    Responder 11/08/2016

    Ai, Lí. Muito amor por esse teu comentário! Gratidão. ♥
    E até meu marido veio todo faceiro perguntando "tu que escreveu tudo sozinha? mas que linda!" HAHAHAHAH
    Com certeza eu assino embaixo, descobri tanta gente bacana aqui com coisas tão lindas para mostrar, tenho tido muita felicidade e afago em cada nova vez que apareço no teu cantinho.
    És especial e tu escreve coisas incríveis. ♥

    Um beijo!

K
Responder 06/08/2016

que texto mais lindo, bea! ❤

Jamile
Responder 07/08/2016

Ah, a beleza na simplicidade de amar alguém... Lindo texto, Bea <3

André Hottër
Responder 08/08/2016

Final de semana chegando e não tem nada melhor do que conhecer novos BLOGS com diversos assuntos e até mesmo cultura diferente… Adoro fazer novos colegas nessa blogoesfera imensa! :)
Que bacana que entrei aqui, Beatriz!
Parabéns pelo espaço. Super clean e ótimos posts.
Bom, já estou seguindo para não perder as novidades. Sucesso!

Estendo aqui o convite para conhecer o meu blog... Ficarei contente com sua visita!

HuG! :D

www.andrehotter.com
👻 Snapchat: andrehotter
📸 Instagram: @andrehotter

Lisandra Drower
Responder 09/08/2016

"Posso te guardar num potinho só pra mim?" muito falei isso na vida! Muitooooo! E ainda sinto vontade de dizer e digo, a "clichezisse" que se dane!

    Lisandra Drower
    Responder 09/08/2016

    Não sei o porquê mas, li esse post mentalmente com a tua voz. Imaginei como seria e li mentalmente como se você estivesse lendo para mim em voz alta... E eu nem conheço a sua voz. Que coisa o cérebro, né?!

      Beatriz Aguiar
      Responder 15/08/2016

      HAHAHAHAH, que linda Lis! ♥
      Mas agora tu já pode descobrir como é a minha voz (horrível), gravei uns vídeos pro YouTube. Prepara o coração que lá vem vergonha alheia! ;p

      Beijo!

joydaviz
Responder 15/08/2016

Eu amo a forma como você consegue fazer lindos textos com poucas palavras, eu sou exagerada tenho que me controlar na hora de escrever. Queria ser assim: dizer o necessário com poucas palavras. Apaixonante o texto. <3

    Beatriz Aguiar
    Responder 16/08/2016

    Óun, obrigada!
    E amo pessoas exageradas, hahahhahahahah, eu também sou. ♥
    Tem vezes que sai umas ideias — como este texto — absolutamente do nada dentro da minha cabeça e ela fica curtinha. Gosto de escrever textos curtos, queria ter mais esse dom, sinto que assim as pessoas leem cada palavra, e vão ler até o fim.
    E aí vão entender mais o sentido do que escrevo, e que vai desencadear alguma reação nelas. Mas a pena é que sou dos 'textões' também e o que me dói é que não é todo mundo que tira um tempinho pra ler. O que não é o meu caso porque AMO ler escritas alheias!

    Um beijo!

Lari Reis
Responder 16/08/2016

Nossa, Bia! Gostei :) Leve e intenso ao mesmo tempo.

Luh Alves
Responder 01/10/2016

Adorei esse texto é a segunda vez que leio e adoro mais. :)
Tão perfeito, que se ele não foi para junto de ti ( mesmo que o texto seja ficcional) depois dessas palavras perdeu a experiência de descobri um novo "eu", que só adquirimos quando descobrimos como é bom estar sozinho com alguém especial. rs

    Beatriz Aguiar
    Responder 06/10/2016

    Que linda você! Obrigada pelo carinho, Lu!
    E com certeza este texto aí não é ficcional, escrevi com o coração de apaixonada que tenho! <3 Um beijo enorme!

Ana Toscano
Responder 21/02/2017

coisa maaaaaaaaarrrr do linda (LLLLLLLLLLLL)

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

comenta aí, vai!