Em cada novo ano um aprendizado


Foto: Deny S. Trevisan

Quando completamos mais um ano de vida a gente coloca tanta coisa na balança, né? Mudamos TANTO de um ano pro outro que até assusta. Em 365 dias muitas águas rolam rio abaixo, sentimentos e opiniões mudam. Até o nosso corpo muda. Então, porque o restante não mudaria em 1 ano também!? E mudei intensamente através dos anos, acalmei e amadureci. Uma nova Bia surgiu.

Durante esse processo, aprendi que pessoas não podem ser do jeito que gostaríamos que elas fossem ou que elas vão agir do mesmo jeito que agimos com elas. E o principal, não crie expectativas nas pessoas, com certeza você se magoará. Crie expectativas em você, nos seus sonhos.

Pois você pode alcançar o objetivo que quiser na vida, até mesmo quando achar que não se dedica o suficiente pra isso. Então.. crie expectativas sim e acredite, agarre o que você deseja. Hoje sou o resultado das minhas feridas cicatrizadas, me sinto forte e valente. Levantei inúmeras vezes depois de incontáveis tombos na vida. Sou plenamente feliz por pessoas que amo/admiro sentirem reciprocidade por mim, afinal são elas quem valorizo depois de ter amadurecido.

Amo o que faço (até por isso me cobro tanto) e me amo também. Evolui por pensar assim, hoje me amo verdadeiramente e consigo ser minha melhor companhia. Claro, não desmerecendo a minha companhia favorita nesse universo: meu maridão. ♥

Já passei da fase do inferno astral em época de aniversários. Ver pessoas distantes (apenas em quilômetros!) e próximas me desejarem tantas coisas positivas pelo simples desejo de me DESEJAREM O BEM, anula qualquer besteira. Amigos que não mais encontrei, amigos que nunca vi pessoalmente mas que transbordam amor (alô meninas do VuC♥), minha família. Meu aniversário teve bolo, pastel e o principal: muito amor! Ligações, mensagens pelo Whatsapp, no Instagram, chat do Facebook. Que gostoso ter um dia só da gente não é mesmo? Agradeço à tecnologia por aproximar pessoas, hoje em dia só não dá um singelo parabéns se não quiser!

Deixo aqui um pensamento que escrevi: “O maior presente que uma nova idade traz é o discernimento diante de situações que há alguns anos atrás não saberíamos lidar.”

Com certeza o maior aprendizado que meus 32 anos me trouxeram foi a maturidade.
E que eu continue assim, em cada novo ano um aprendizado.

Beatriz Aguiar
Sobre mim

Criadora e criatura do Since85. Tem o humor mais oscilante da internet, viciada em café, livros, rock e metal progressivo.

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Coisas que mais amo em você
8 coisas que mais amo em você ♥
June 21, 2017
126 mil vezes obrigada
126 mil vezes obrigada!
June 06, 2017
Um poema para minha mãe
Um poema para minha mãe
May 15, 2017
Não se culpe por dar-se um tempo Since85
Não se culpe por dar-se um tempo
May 04, 2017
As várias versões de mim
As várias versões de mim
March 17, 2017
Aniversário do blogSince85
731 dias de Since85. ♥
February 10, 2017
Guns N' Roses - Not In This Lifetime Tour - Curitiba
Guns N’ Roses :: Not In This Lifetime Tour :: Curitiba
December 07, 2016
Ilustração
Oi pra você, fim de outubro
October 25, 2016
zodíaco
Não entendo papo de zodíaco ~ BEDA#3
August 03, 2016

Comentários via Facebook

8 Comentários

blogcrimesemcastigo
Responder 16/06/2017

Melhor Blog <3

Priscila Gonçalves
Responder 16/06/2017

Post incrível! Essa coisa de inferno astral durou pouco pra mim, acho esse negocio de amadurecer fantastico tb. A idade nos ajuda melhor a discernir, a pensar e a tomar atitudes. Parabens minha amiga, muito sucesso, que continue fazendo o que ama sempre!
Bjs

    Beatriz Aguiar
    Responder 22/06/2017

    Ô minha amiga carioca mais linda, muito obrigada por sempre se fazer presente com teus belos pensamentos! Com certeza amadurecer é ótimo, nada como chegarmos bem resolvidas aos 30 (e poucos, no meu caso) HAHAHAHAHH

    Um beijo enorme!

femariaotoni
Responder 17/06/2017

Melhor post certezaaaa
Me identifiquei muito, vou já pros 36 (Uiii) e com certeza hoje percebo muitas coisas que não percebia...
Aprendi a me amar mais e me respeitar mesmo que os outros digam que tenho que ser assim e assado, porque sabe, quando tentava ser diferente eu sofria mais, era terrível, parecia que meu coração tinha se esvaziado de tudo então hoje prefiro ser eu mesma mesmo que isso doa muitas vezes porque sim, a maioria jamais vai entender ou gostar da gente, pelo menos de mim porque, quando você não se encaixa no mundo, nos padrões sociais você deixa de existir fica quase invisivel e hoje eu aprendi a não me magoar mais, não teimar, não brigar, apenas entender e deixar acontecer o que for e fim.
Sei que ainda vou me encontrar e fazer como tu, fazer o que gosto e ganhar com isso...
Amei seu post Bea, muito bom mesmooo
Bjs e abraço grandeee

    Beatriz Aguiar
    Responder 22/06/2017

    Nada como a dor e a alegria de ser quem somos, Fer! É maravilhoso quando amadurecemos e somos mais justos com nós mesmos, porque se esperarmos só pelos outros, nunca ficaremos bem! Digo isso porque esse lance da imaturidade traz muita dor de cabeça e dúvida na adolescência e juventude, coisa que com os 30 e poucos sabemos lidar muito melhor!

    Que bom que gostou do post. ♥
    Um beijo grande!

Clayci
Responder 20/06/2017

E como não se identificar, me diz?
Parabéns pelo seu aniversário. Costumo dizer que eu não tenho idade, tenho vida.
Já briguei muito comigo mesma por me cobrar demais. Já comparei minha vida com a de várias pessoas, mas hoje eu agradeço simplesmente por existir <3

Beijão e sucesso sempre

    Beatriz Aguiar
    Responder 22/06/2017

    Ah, obrigada! Mega me identifiquei com o teu comentário, Clayci <3 Devemos realmente parar de brigar com nós mesmos e viver as NOSSAS vidas sem nos espelharmos em ninguém. Cada um tem o seu tempo e o seu próprio caminho. Um beijo grande e sucesso também!

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

comenta aí, vai!