NAS REDES

Fechar

Coisas que mais amo em você ~

Um relacionamento necessita de muito amor, respeito e acima de tudo amizade. Casamentos não se baseiam apenas em ‘paixão’ porque pra mim seria superficial demais. Eu sei que não existe fórmula mágica e cada um é cada um, mas pra mim o amor, o respeito e o companheirismo estão no topo da pirâmide do que faz uma relação fluir e o sentimento crescer cada vez mais!

E bem no dia do nosso aniversário de 8 anos, listei as 8 coisas que mais amo em você. ♥ Sim, foi muito difícil chegar nesses 8 motivos apenas, meu lindo, pois todos os dias tu me dá um novo motivo pra saber que tu foi a minha escolha certeira na vida. Mas se é pra fazer uma surpresinha, vamos lá!

  1. TEU INSTINTO PROTETOR
    Tais sempre cuidando de mim (e cuida muito bem por sinal)
  2. TEU CARÁTER
    Ainda me surpreendo todos os dias ao ver o HOMEM confiável que me conquistou.
  3. TEUS BEIJOS DE BOA NOITE
    “Boa noite, minha linda.. dorme bem.. te amo!”
  4. TEU CHEIRO
    E não falo de perfumes, tá? (6)
  5. TEU CAFÉ
    Desde a primeira vez em que acordamos juntos com café na cama. <3
  6. TUAS MANHAS
    Porque tu és a pessoa mais manhosa que conheço, principalmente com sono!
  7. TEU JEITO LINDONICO
    O modo bodóquinho como tu fala e age comigo quando estamos sozinhos;
  8. TEU SORRISO
    Aquele sorrisão que me derrete e ilumina o meu dia!

 

Coisas que mais amo em vocêEu poderia listar aqui outros inúmeros motivos, alguns impublicáveis reconheço! A intenção é brindar esses nossos 8 anos de relacionamento falando sobre as 8 coisas que mais amo em ti, desde aquele nosso primeiro beijo! Que bom que passamos a não viver mais um sem o outro desde aquela noite.. e espero que assim seja pra sempre.

Obrigada, meu lindo. Por tudo mesmo!

Um abraçasso só pra ti, meu lindo! ♥

Foto: Deny S. Trevisan

Quando completamos mais um ano de vida a gente coloca tanta coisa na balança, né? Mudamos TANTO de um ano pro outro que até assusta. Em 365 dias muitas águas rolam rio abaixo, sentimentos e opiniões mudam. Até o nosso corpo muda. Então, porque o restante não mudaria em 1 ano também!? E mudei intensamente através dos anos, acalmei e amadureci. Uma nova Bia surgiu.

Durante esse processo, aprendi que pessoas não podem ser do jeito que gostaríamos que elas fossem ou que elas vão agir do mesmo jeito que agimos com elas. E o principal, não crie expectativas nas pessoas, com certeza você se magoará. Crie expectativas em você, nos seus sonhos.

Pois você pode alcançar o objetivo que quiser na vida, até mesmo quando achar que não se dedica o suficiente pra isso. Então.. crie expectativas sim e acredite, agarre o que você deseja. Hoje sou o resultado das minhas feridas cicatrizadas, me sinto forte e valente. Levantei inúmeras vezes depois de incontáveis tombos na vida. Sou plenamente feliz por pessoas que amo/admiro sentirem reciprocidade por mim, afinal são elas quem valorizo depois de ter amadurecido.

Amo o que faço (até por isso me cobro tanto) e me amo também. Evolui por pensar assim, hoje me amo verdadeiramente e consigo ser minha melhor companhia. Claro, não desmerecendo a minha companhia favorita nesse universo: meu maridão. ♥

Já passei da fase do inferno astral em época de aniversários. Ver pessoas distantes (apenas em quilômetros!) e próximas me desejarem tantas coisas positivas pelo simples desejo de me DESEJAREM O BEM, anula qualquer besteira. Amigos que não mais encontrei, amigos que nunca vi pessoalmente mas que transbordam amor (alô meninas do VuC♥), minha família. Meu aniversário teve bolo, pastel e o principal: muito amor! Ligações, mensagens pelo Whatsapp, no Instagram, chat do Facebook. Que gostoso ter um dia só da gente não é mesmo? Agradeço à tecnologia por aproximar pessoas, hoje em dia só não dá um singelo parabéns se não quiser!

Deixo aqui um pensamento que escrevi: “O maior presente que uma nova idade traz é o discernimento diante de situações que há alguns anos atrás não saberíamos lidar.”

Com certeza o maior aprendizado que meus 32 anos me trouxeram foi a maturidade.
E que eu continue assim, em cada novo ano um aprendizado.

O blog atingiu a marca de 126 mil acessos hoje cedo.
Quando eu imaginaria algo assim? Nunca.

No começo rolou muita dúvida, aquele friozinho bobo na barriga de publicar o que eu escrevia.
Será que não é besteira minha querer escrever na internet? O que as pessoas vão pensar de mim? E com tanto blog por aí, por qual motivo alguém pararia justamente para ler o meu?

Mas fiz, não fiquei quebrando a cabeça com isso. E o que há muito tempo precisava, aconteceu: um canto só meu, todo feito por mim (e meu marido) pra falar sobre.. o que EU quiser. Nesses dois anos e três meses, sei que deveria ter publicado e me dedicado um pouco mais. Mas olhando o quadro geral me saí muito bem e isso é inegável. Sem falsa modéstia, o que quero dizer é que publiquei apenas o que eu quis e escrevi somente quando tive vontade. Foi genuína cada palavra.

E não existe nada melhor do que isso: ser você mesma. ♥ Nunca abrirei mão disso.

Desses 126 mil acessos, surpresas maravilhosas. Colegas do Since que se tornaram amigos, escritores que conversaram comigo, histórias pessoais compartilhadas nos comentários — por se identificarem com a minha, — comentários incríveis (que amo ler e responder SEMPRE cada um que surge aqui), parceria com editoras literárias que tanto admiro. Nesses mais de dois anos trabalho aqui a minha escrita de forma aberta e bastante ampla. E foi muito gratificante, me redescobri nesse período.

Só de imaginar que mais de 70 mil pessoas entraram aqui pra ler o que escrevo, não tem dinheiro no mundo que pague o orgulho que isso traz. Por falar em mundo, é assustadora a quantidade de países que já acessaram o Since, motivo pelo qual decidi colocar um widget com tradutor (ali no cantinho). Google translator mas já quebra um galho do amigo gringo que entra aqui por um motivo em especial através de alguma busca.

Quero agradecer quem me acompanha, que sempre entra aqui, quem entra uma vez e outra também. E pra você que chegou agora, o meu SUPER SEJA BEM VINDO! Espero que não só os números aumentem, mas que aumente a proximidade de quem acessa o blog com quem escreve. Cada vez mais!

DEIXO AQUI PRA VOCÊ O MEU MUITO OBRIGADA! DE VERDADE. ♥

Um abraçasso!

Hoje o dia amanheceu nublado e triste na minha cidade. Tempo cinzento mesmo.

Aí quando entro nas minhas redes sociais pra dar aquela conferida matinal rápida, eis a primeira notícia que vejo: Chris Cornell faleceu aos 52 anos de idade. Até a natureza já sabia disso.

Foi do nada assim. Inacreditável, né? Tô inconformada até agora.

Então resolvi deixar aqui minha homenagem pra esse cara mega talentoso que admiro tanto. Separei cinco músicas pra celebrar não a morte, mas a vida musical dele. Lembrando que o Chris é da leva grunge de Seattle. Mesma turma do Eddie Vedder (Pearl Jam), Layne (vocal do Alice in Chains, falecido em 2002) e Scott Weiland (vocal do Stone Temple Pilots, que faleceu em dezembro de 2015). É triste ver que através dos anos perdemos — e perderemos — muitos artistas talentosos e tão respeitados dentro do Rock.

Chris Cornell estava na ativa com o Soundgarden fazendo shows pelos EUA, ano passado fez uma turnê solo mundial e andou se reunindo esse ano com os caras do Audioslave, e especulavam sobre um possível trabalho novo. Vai ficar a saudade, e por isso mesmo não podemos deixar de lado todo o material incrível que ele nos presenteou.

Um até breve, Chris. (1964 – 2017)
Agora você é realmente o céu e a noite.

Back to top